Quando você ouve falar em acompanhamento psicológico, o que vem à sua mente? Grande parte das pessoas costuma associar apenas a perspectivas clínicas e de saúde mental. No entanto, o psicólogo desempenha uma série de papéis que podem contribuir em diversos cenários e fases da vida. 

No caso das crianças e dos adolescentes, o acompanhamento psicológico pode ser peça-chave para conquistar melhor desempenho escolar, principalmente quando a criança vem enfrentando alguma dificuldade. Afinal, o universo da psicologia envolve desenvolvimento humano, relações interpessoais, mecanismos e processos de aprendizagem. Com esse conjunto de conhecimento, é possível interferir de forma positiva no ensino. 

Ficou curioso para saber como o psicólogo pode ajudar no desenvolvimento escolar? Então continue acompanhando este post. 

Controlar o nível de ansiedade

Esse tópico diz respeito tanto ao nível muito baixo de ansiedade quanto ao nível alto, pois ambos podem trazer complicações durante a fase escolar. As crianças absolutamente nada ansiosas tendem a negligenciar o tempo necessário de estudo para provas, tarefas e outras atividades, justamente pelo fato de não se preocuparem com o que está por vir. 

Já as crianças extremamente ansiosas acabam deixando de fazer as coisas devido ao sofrimento e à preocupação causados pela ansiedade. Com o acompanhamento psicológico é possível controlar a ansiedade para que atinja um nível intermediário, o qual não atrapalhe e mantenha a criança consciente sobre o que precisa ser feito. 

Crianças ansiosas possuem maior probabilidade de sofrer transtornos de ansiedade, depressão e abusar de álcool e drogas na idade adulta. Ao tratar a ansiedade na infância, previne-se problemas futuros.  

Superar a dificuldade de aprendizagem

Quando uma criança ou adolescente apresenta dificuldade para aprender os conteúdos escolares, o acompanhamento psicológico permite avaliar e identificar quais são as condições sócio-pedagógicas, condições individuais, subjetivas ou familiares que estão interferindo no aprendizado. A partir disso, o profissional direciona o trabalho para a superação dessas dificuldades e, naturalmente, a absorção do conhecimento passa a ser mais tranquila. 

Ajudar a lidar com a timidez 

Ser tímido não é um problema. Porém, torna-se um quando a timidez atrapalha situações de rotina. Na vida escolar, por exemplo, crianças e adolescentes são constantemente expostos a atividades em grupo, apresentações de trabalhos e passeios. Se alguma dessas situações costuma causar sintomas como angústia, nervosismo, gagueira ou inabilidade de falar, enjoo e suor, o acompanhamento psicológico pode ajudar a superar, tornando o dia a dia na escola mais tranquilo.  

Orientar os pais sobre interferências positivas 

Os psicólogos têm condições de contribuir também com o papel dos pais na vida escolar dos filhos. Eles podem oferecer orientações sobre como melhorar a aprendizagem e o desenvolvimento das crianças, maneiras para estimular o desenvolvimento infantil e formas de criar condições ideais para a aprendizagem saudável.

É cada vez mais consenso que os pais precisam fazer mais do que conferir boletins e cobrar os deveres de casa, mas, às vezes, eles não sabem por onde começar. Por isso, contar com a ajuda de um psicólogo costuma trazer boas mudanças para a família toda.  

Gostou das informações de hoje? Para se manter cada vez mais informado sobre assuntos como esse, acompanhe-nos pelo Facebook e pelo YouTube. Assim você sempre terá acesso a conteúdos atualizados sobre a saúde de sua família.