Supervisionar os pequenos nem sempre é uma tarefa fácil. Cheios de energia para brincar e explorar novas experiências, eles não têm capacidade de identificar ações perigosas. A fim de evitar imprevistos e problemas no cotidiano, além de orientá-los quanto aos riscos, é preciso tomar alguns cuidados preventivos.

Medidas simples, como a atenção ao estoque correto de produtos de limpeza e medicamentos e proteção de tomadas, por exemplo, são essenciais para minimizar acidentes domésticos com crianças. Veja neste post 8 dicas de segurança!

1. Instale redes e grades de proteção

É muito importante manter as crianças longe de janelas, sacadas e mezaninos. Porém, isso não basta para evitar acidentes. É preciso instalar redes e grades de proteção nesses lugares da casa a fim de evitar quedas.

2. Atente-se ao armazenamento de produtos químicos

Todo produto de limpeza ou tóxico deve ser armazenado fora do alcance dos pequenos. Dessa forma, prefira guardá-los em armários altos e que possuam travas nas portas. Isso previne queimaduras, alergias, intoxicação e outros problemas causados pelo manuseio ou até ingestão dessas substâncias.

3. Proteja tomadas e quinas de móveis

Em supermercados, lojas de produtos infantis e home centers, são vendidos protetores de tomadas e de quinas de móveis feitos de silicone. São ótimas opções para evitar choques e batidas. 

Além de orientar as crianças a não colocarem o dedo nas tomadas ou inserir algum objeto nelas, aplique esses acessórios na mobília e conexões de eletricidade. 

4. Ofereça apenas brinquedos adequados

Ao escolher brinquedos, siga sempre as recomendações do fabricante, respeitando a faixa etária indicada na embalagem. Crianças menores, com 5 anos ou menos, geralmente se engasgam com peças pequenas ou se machucam com itens pontiagudos, por exemplo. Sendo assim, é fundamental ler as instruções e oferecer apenas brinquedos adequados.

5. Tenha cuidado com escadas

Outro ponto importante para prevenir acidentes domésticos com crianças, é proteger as escadas com redes e corrimãos de apoio. O piso também deve ser antiderrapante e, caso os pequenos estejam aprendendo a andar, é interessante instalar um portão de controle de acesso.

6. Guarde medicamentos em lugar seguro

Assim como os produtos de limpeza, os remédios devem ficar guardados em lugar seguro. Prefira estocá-los em caixas com travas dentro de armários altos. Também converse com as crianças e alerte-as sobre o perigo de ingerir conteúdos sem autorização. O diálogo ajuda a evitar acidentes. 

7. Fique atento à cozinha

Na cozinha, mantenha atenção às panelas, que devem ter o cabo sempre virado para o centro do fogão, bem como ao armazenamento de facas e de eletroportáteis (liquidificador, torradeira, centrífugas etc). Esses itens devem ficar em lugares altos.

8. Bloqueie o acesso à piscina

Se você tiver piscina no quintal de casa, certifique-se de que seja instalado um portão de bloqueio de acesso a essa área. Não se esqueça de deixá-lo sempre trancado e nunca permitir a entrada dos pequenos sem a supervisão de um adulto e o uso de boias.

Os acidentes domésticos com crianças são imprevisíveis, mas você pode evitá-los tomando medidas básicas de segurança no seu dia a dia. Afinal, nada melhor que garantir o bem-estar e proteção delas, não é mesmo?

Gostou das dicas? Então compartilhe este post com seus amigos nas redes sociais e ajude-os também a cuidar dos pequenos dentro de casa!